FIC Redenção - Faculdade Integrada Carajás

Publicado em 02/03/2016

Em Dicas

893

Dicas para uma boa gestão de enfermagem

Dicas para uma boa gestão de enfermagem

Dicas para uma boa gestão de enfermagem.

Coordenar, gerenciar e liderar: funções inatas de um profissional de enfermagem. Em entrevista ao Saúde Business Web, o presidente do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, Cláudio Porto, fala sobre os principais aspectos envolvidos na gestão de enfermagem.

 

Quando falamos em gestão de enfermagem, o que deve ser levado em consideração? Todas as áreas do conhecimento onde o enfermeiro atua. São elas: gestão de pessoas, processos, negócios e assistência.

Em relação à gestão de pessoas. Como formar uma boa equipe de trabalho e como administrá-la?

O enfermeiro trabalha diretamente com duas categorias. O auxiliar de enfermagem, que possui formação básica e o técnico de enfermagem, formação técnica. O enfermeiro, com nível superior, é o responsável por coordenar todo o processo assistencial. Ele deve ter competência para gerenciar os processos organizacionais e operacionais desempenhados por ele com apoio da equipe. Além de saber lidar com diferentes níveis hierárquicos como médicos, administradores, farmacêuticos, demais colaboradores, assim como pacientes e familiares.

Como realizar a gestão dos processos da melhor maneira?

Deve ter um planejamento do processo de cuidar, tanto organizacional quanto operacional, o que envolve procedimentos de rotina e segurança do paciente, por exemplo.

Onde o prontuário eletrônico entra? Qual o comprometimento que o profissional deve ter ao preenchê-lo?

Por se tratar de uma documentação oficial de todos os procedimentos realizados no paciente, tanto o físico como o eletrônico, o prontuário é fundamental para o seu trabalho. É um respaldo legal em caso de alguma contestação ou situação jurídica posterior. Além de ser a origem dos ressarcimentos dos custos da instituição. Dessa forma, o preenchimento deve ser fidedigno à realidade, contendo rigorosamente todas as intervenções e procedimentos desempenhados.

No caso da gestão de negócios. Quais dicas podem ser dadas ao profissional?

A boa gerência dos negócios tem por objetivo a sobrevivência natural da instituição e a otimização dos recursos. O enfermeiro é um dos responsáveis por isso – função realizada por meio de indicadores de qualidade e operacionais. Qualquer procedimento equivocado em um tratamento, por exemplo, pode acarretar em perdas de recurso para o hospital.

O enfermeiro tem de acompanhar a relação custo benefício de todos os seus atos. Para que, dessa forma, se garanta o melhor uso dos recursos, sem nunca comprometer o tratamento do paciente. O enfermeiro é um responsável e líder técnico.

Atualmente existe um descompasso entre formação do enfermeiro e a demanda do mercado?

Existe sim. Surgem novas escolas e universidades sem a formação qualificada do corpo docente. Isso tem gerado uma distorção grave no mercado. Muitos saem da graduação e vão direto para a docência, resultando em uma formação deficiente.

O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP) tem tomado algumas ações proativas como, por exemplo, o prêmio de gestão da qualidade que reconhece escolas técnicas e universidades, por meio de uma série de indicadores, que primam pela excelência no ensino. É uma forma de valorizar as instituições que atendem o padrão mínimo.

O Projeto de Lei 2295/00, que prevê redução da carga horária de 44 horas semanais para 30 horas, está em trâmite? Qual a expectativa do Coren em relação ao PL?

Isso está em trâmite há dez anos. Estamos aguardando ir ao Plenário ainda neste semestre. Todas as outras categorias da saúde já conquistaram isso.

Caso a medida seja regulamentada, não é provável que os profissionais procurem um segundo ou até terceiro trabalho?

A sobrecarga é um temor nosso. No entanto, vamos fazer campanha de conscientização para que o enfermeiro se dê conta de que é estritamente necessário ter um tempo para buscar desenvolvimento profissional. A velocidade das mudanças tecnológicas e estruturais do setor de saúde é imensa.

Fonte: http://saudebusiness.com/noticias/veja-dicas-para-uma-boa-gestao-de-enfermagem/

 

FIC Redenção - Faculdade Integrada Carajás
FIC Redenção - Faculdade Integrada Carajás
Acessibilidade


Programas Para Deficentes Visuais